sexta-feira, 26 de setembro de 2008

O que seria OUVIR?

Como este fds vai rolar o reencontro lá na MCB e eu estarei out da net, vou adiantar um post que faria no fds. Vou compartilhar um pedacinho (bem inho) do meu devocional de hoje.

O texto é MATEUS 17:1-13. É a parte da Transfiguração de Jesus. Deus falou comigo tremendamente o texto inteiro, na oração, na adoração, em tudo. Mas gostaria de deixar aqui o versículo 5:

"Enquanto ele ainda estava falando, uma nuvem resplandecente os envolveu, e dela saiu uma voz, que dizia: "Esse é o meu filho amado em quem me agrado. Ouçam-no!"

Quem estava falando aí, era o matraca do Pedro . Dando uns palpites lá na hora da transfiguração rs. Mas é que Pedro estava maravilhado com o que via, e o que me chamou a atenção é que Pedro estava desejoso pela manifestação da glória prometida, que naquele momento ele estava vendo, experimentando, sem todo o sofrimento que Jesus havia revelado que passaria nos dias anteriores.

Estava desejoso por saber que o próprio Deus podia ser encontrado agora. Não foi atoa que ele queria agradar Jesus com as tendas (se referindo, penso eu, à tenda do encontro [Ex 29:42] ou até mesmo a festa das tendas, onde era celebrado e lembrado o Deus que os protegeu e orientou no deserto, quando moravam em tendas [Lv 23:42]).

A tenda que Pedro se referia, era o símbolo para os judeus para encontrar a Deus. O povo ia até lá para falar com Deus, para ter um encontro com Ele. Claro que Deus só se encontrava quando Ele assim determinava, não era a festa da uva que o povo chegava lá de qualquer forma, entrava de qualquer jeito e tinha uma reunião com Deus a hora que bem entendessem, aff por favor , rola o temor e respeito pela presença do Senhor!

Você já desceu a serra litorânea com neblina? Então eu já... Ou então, saiu de casa cedinho e tinha muita neblina ao seu redor que a gente não consegue enxergar um palmo diante da nariz? O que acontece?
Nós, eu pelo menos, páro e tento me concentrar o máximo possível tentando me orientar. Alguns fecham os olhos para aguçar melhor os outros sentidos, outros arregalam mais os olhos para tentar enxergar melhor. Mas a parte principal, é que nosso corpo fica em alerta, para saber pra onde pisar ou não pisar.

Quando a nuvem chegou, que também é um símbolo da presença do Senhor, que mostra a orientação, o cuidado de Deus com o povo. É um símbolo de que Deus está presente para proteger e orientar, Pedro ainda estava falando... ele fala muito rs... mas acho que ele deve ter ficado meio atordoado. Ele deve ter ficado igual a gente, a grande e enorme diferença é que a nuvem carregava a presença de Deus, e essa nuvem trazia uma orientação para Pedro e os outros discípulos (sortudos e privilegiados) que estavam lá. Nessa hora eu até imagino os três, se concentrando para esperar o que vinha em meio a nuvem... o que ocorreria... seu olfato, seu tato, sua visão, seus pensamentos e emoções (à mil, diga-se de passagem) estavam lá, concentrados ouvindo o que vinha da nuvem.

Mew, se eu estivesse lá, eu fazia uma "ola" pra Deus, certeza... Deve ter sido, tipo, sem palavras !

Voltando ao devocional, o que Deus disse para aqueles três diz muito. Ele fala sobre a identidade de Jesus, de como Ele é especial para Ele e trás a orientação para nós! OUÇAM-NO!

E qual é a melhor maneira de ouvir a Deus se não OBEDECENDO? (Tg 1:22-25)
Não existe outro modo. Ouvir a Deus é obedecer Seus mandamentos, Sua vontade, Seu querer. E não obedecer por medo... mas obedecer porque O conhecemos, O amamos, porque Ele é Bom, porque Ele sabe o que é melhor para nós.

Agora, one question: Porque os três bonitões lá puderam experimentar a glória de Deus e os outros não?
Li na bíblia que eles é bem queridos de Jesus. Tipo, os mais próximos sabe, íntimos. E percebi que foi isso, eles puderam ver tudo isso, experimentar tudo isso naquele momento por causa da INTIMIDADE que eles tinham com Jesus.
Eles não eram perfeitos, os mais ricos ou mais corretos. Eles eram os mais PRÓXIMOS... Era isso que os faziam (e nos faz) experimentar cada vez mais de Jesus, cada vez mais de Deus, é desfrutar de um relacionamento intimo com Jesus. É isso que nos levará a ouvir Jesus, a sentir Jesus, a encontrar Jesus, a ver Jesus!

Não é o mesmo que ver Deus agindo ao seu redor, mas em você, não é saber que Ele existe e que Ele está aqui, mas é agir com Ele, estar junto Dele. Obedecer não por medo de sua santidade que pode nos matar, mas por amar tanto a Sua santidade e chorar por feri-la.
E vai ser isso que nos levará, como os três a ver o rosto de Jesus resplandecendo, Seu rosto brilhando como o sol e a suas vestes brancas como a luz!

Só vê a Deus, quem tem intimidade com Ele. Mais ninguém.

E depois disso, a concepção da Tenda do Encontro mudou de um lugar físico para as nossas vidas. Para o nosso coração, onde encontramos com Deus, lugar onde falamos com Ele, que nos lembramos o que Jesus fez por nós. A tenda somos nós, é o nosso interior.
Algumas vezes vemos pessoas pedindo nossa ajuda, ou buscando um conselho nosso... não é porque vc é bonitinho ou legal, mas é porque na tenda do encontro, encontra-se Deus.

Mas será que nessa tenda, pode-se encontrar Deus?

Nenhum comentário: