segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

O ar que respiro

Eu não vejo o ar... mas não posso viver sem ele
Eu não vejo o ar... mas posso sentir seu movimento
Quando o vento passa pelas folhas, sopra meus cabelos
bagunça minha franja e beija o meu rosto
Eu não o vejo... mas posso percebe-lo

Eu não vejo o ar... quando parado
Mas todo o meu corpo vive graças a ele
Que através da minha respiração, leva fôlego
Vida para cada célula de sangue,
Eu não o vejo... mas ele me promove VIDA

Eu não vejo o ar...
mas se prendo minha respiração
por uma porção de tempo
me enfraqueço e quanto maior o tempo
perco a vida.

Muitas vezes até me esqueço de sua presença na minha vida
mas ele está sempre lá...
fluindo pra dentro do meu corpo
e da minha vida

Assim o é com Deus... a forma como tenho percebido

Eu não O vejo... mas não posso viver sem Ele
Eu não O vejo... mas posso sentir Seu mover
Eu não O vejo... quando parado
Mas toda a minha vida vive Dele, para e por Ele!

Quando sopra em meu ser
Transforma minha vida
Restaura meu viver
E o mais importante

É que não preciso ver seu vento
Mudando e levando as circunstancias
Para que eu saiba que Ele está,
Que Ele é
E que Ele virá!

O simples fato de respirar... enquanto trabalho
Respirar enquanto durmo
Respirar enquanto tomo banho
Respirar enquanto oro
Respirar enquanto escrevo

Me mostra que o ar não pára de estar em mim
Me mostra que o ar não pára de me cercar
Por eu estar ocupada com outras coisas
Ou por eu ter me esquecido que ele existe

Ele entra, traz vida e se renova!
Com Deus não seria assim também?!

Muitas vezes não percebemos Sua presença,
Que é fundamental
Mas Ele não deixa de existir só porque
estamos ocupados, cansados ou esquecidos.

Nenhum comentário: