quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Diário de uma estágiaria: parte III - O PULMÃO

Rapidinho pra postar...

Na hora da entrada, uma aluna mostra que veio de pulseirinha e quer por que quer mostra-la à mim.

Eu: "Ai, aluna X, que pulseira da hora e tal, patati patata". Quase dando uma de mãe Dinah e prevendo o futuro das pobres pulseiras, abordei a pequena quando esta mostrava sua pulseira para todas as crianças da escola e disse:

- "Aluna, se você trouxe sua pulseira de duas, você escolhe uma: você coloca ela no seu PULSO ou guarda na bolsa. Afinal, as pulseiras são pra ficar no nosso pulso . Se não você pode perde-la ou até mesmo quebra-la."

Ela mostrou que não tinha duvida sobre qual sua escolha, bem rapidinho colocou as duas pulseirinhas de miçanguinhas no bracinho... tá certo, a criança é meio fortinha, não é tão inho assim rs.

Na sala de aula, cerca de 30 minutos de aula eu olho na direção da Aluna e o que vejo: uma disputa de poder valendo a pulseira que se espatifou bem na hora em que ia pedir pra elas soltarem.

, como uma boa pedagoga, confronto a Aluna pra refletir e falar (confessar) o seu lapso ato de "desobediência". Pergunto:

- "Aluna, onde a professora pediu pra você colocar (e deixar ) a sua pulseira? Se ela estivesse lá, ela teria estourado?

E a minha aluna:

- "Pofessora, não. Não teria quebrado... E eu perguntei novamente onde que era então pra pulseira ficar, e ela bem séria e com cara de quem sabia que pagou caro pela desobediência:

- "Você falou pra ficar no meu PULMÃO!"

Mano, acabou a disciplina, a conversa... eu saí da sala e tentei me controlar de tanto que eu ria...
Só por DEUUUUUUUUUS! rs

Durma com esse barulho!

2 comentários:

Isa Siqueira disse...

hahahahahahahahaha
que comédia

Ravs disse...

Dps de rir vc encaminhou ela pra um otorrino?? rsrsrs

Ve, olha esse blog, achei legalzinho: http://dpinfantil.blogspot.com/

Bjss