sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

E tudo cresce, desenvolve, amadurece e muda...



Como passaram rápidos os dias.
Percebi pelas minhas crianças como tudo cresce, desenvolve, amadurece e muda.

No primeiro dia de aula, lá no dia 26 de janeiro, eles eram como pequenas formigas perto dos meus 175 centímetros de altura. Havia um mistério no ar, ninguém sabia quem-era-quem na terra de malboro.

Cada atitude era usada para testar os limites. Não digo só das crianças comigo, mas atitudes que partiram de mim para com elas.

Com o tempo naturalmente houve a aproximação, com a aproximação estabelecemos um vinculo de confiança, com este vinculo criamos um tão forte quanto, o vinculo afetivo. Tudo isso foi desenvolvendo e amadurecendo diminuindo a enorme distancia que havia entre nós no 1º dia de aula.

No nosso ultimo dia de aula de 2009, percebi como ficamos do mesmo tamanho, se eu quem diminuiu ou eles que cresceram, eu ainda não sei. Só sei que aquela distancia que havia no calor de janeiro já não existe mais.

O que tomou lugar encurtando as distancia, permitindo que eu parasse de olhar pra baixo e eles pra cima deixando apenas que enxergássemos e contemplasse as verdades que seus olhinhos vibrantes, cheios de energia, sonhos e determinação transmitem. Foi o companheirismo, o amor, a dedicação e tantas outras coisas boas que cultivamos neste ano que nos aproximou e nos possibilitou criar e estabelecer essa cumplicidade entre "os que nasceram depois" e eu, entre os arquitetos da felicidade, os arquitetos da minha felicidade e eu.

É, preciso admitir, sou muito apaixonada pelos meus alunos =)

Um comentário:

NANDA FERRARI disse...

Oiiiiiii VÊ!!!Muito lindo o seu post...cada dia tenho mais certeza de que vc realmente tem o dom com as crianças.Bjs e sucesso sempre.