sábado, 19 de junho de 2010

O que aprendi com as crianças...

Convivendo a maior parte do meu dia com crianças, propus a mim uma investigação. Entender melhor como age e pensam os cidadãos do Reino. É, porque delas é o Reino, certo?

O que aprendi e tenho tentando entender é que para elas é muito simples perdoar, conviver com aqueles que lhe fizeram algum mal, amar incondicionalmente e principalmente que estar sempre feliz é uma questão de escolha.

Fico espantada de como depois de um conflito (disputa por um brinquedo, briga, porrada e outros derivados) elas viram um para o outro, pedem perdão e continuam a brincar ou fazer qualquer outra coisa, comer na mesma mesa e dividir o lanche.

Fico espantada de como depois que eu preciso corrigi-las por algum comportamento errado elas se aproximam ainda mais de mim com amor maior, demonstrando gratidão e me falando através de seus abraços que entende que o pai disciplina aqueles a quem ama.

Um dia, ouvi uma aluna (4 anos de idade) dizendo a outra que havia sido corrigida - "Ela (no caso, eu) falou isso pra você porque ela te ama, sabia? Se não amasse ela deixava você fazer as coisas de qualquer jeito mesmo." 

Por que pra gente é mais difícil "engolir" a ofensa de um amigo? Por que pra gente é mais difícil falar e ouvir com sinceridade? Por que pra gente é mais complicado (pra não dizer impossível) compartilhar, dividir com quem nos ofendeu? Por que pra gente é mais complicado comer na mesma mesa com alguém que ofende nossos princípios e valores?

Por que nos inflamamos quando somos corrigidos? Por que nos revoltamos quando nos chamam a atenção? Por que  pra gente é mais difícil sentir esse amor que as crianças sentem quando são corrigidas?

Cheguei a conclusão que preciso aprender muitas coisas, e decidi aprender com esses professores, esses pequenos que preenchem meu dia e que tem me ensinado como ser uma verdadeira cidadã do Reino =)

3 comentários:

Tiago Rasec disse...

Mt bom o texto!
q verdade dura pra nos hein... as crianças são mt mais sábias do que nós!
quem dera possamos nos aproximar novamente da pureza, inocência e amor que encontramos nelas

;*

Anônimo disse...

Gostei do seu texto, mas tem gente usando suas palavras no facebook. Giuliano Fioretti.

Anônimo disse...

Giuliano Fioretti é candidato a vereador e fica plagiando, copiando frases de outtos e postando no facebook como se fosse dele. Isto mostra a falta de carater e competência para ter as próprias opiniões. Parabens para o verdadeiro autor do texto acima.